Sentimento Crônico

Cheio de prosa! Poesia, vide verso!

Textos


Soneto do amor despudorado
 
 
No embaraço de amor e de desejo
se perderam corpo e alma em confusão.
Engasgou-se o suspiro em tanto beijo
que a libido ora vem do coração.
 
Paixão e frenesi já não têm pejo,
são pecado e virtude em vil fusão.
Diferenças entre ambos eu não vejo
e há prazer e prazer em profusão.
 
Quero mais e não vejo mais por onde...
Meu corpo extasiado não responde
e jaz por seu excesso aqui tombado.
 
Patético e inerte assim de lado
há um querer que inda pulsa e não se esconde
e o espírito jamais é saciado!

                                              .oOo.
Obed de Faria Junior
Enviado por Obed de Faria Junior em 26/06/2015
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (você deve citar a autoria de Obed de Faria Jr e o site obed.zip.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras