Sentimento Crônico

Cheio de prosa! Poesia, vide verso!

Textos

Marco Feliciano e o desserviço a todos
 
 
 
Ter um cidadão declaradamente homofóbico e racista na presidência da Comissão de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados é uma situação que só não é mais ridícula, porque a Comissão de Direito e Justiça está nas mãos de alguns condenados judicialmente e a Comissão de Orçamento sob o comando de notórios corruptos.
 
Ou seja, risível é nosso Congresso no geral e, por consequência, como é composto de membros eleitos pelo voto da maioria da população, pouco séria é, também, a população deste país em sua maioria.
 
Entretanto, o Sr. Marco Feliciano é tão espalhafatoso na defesa de seus pontos de vista preconceituosos que a quantidade de pessoas a declarar nas redes sociais que ele não as representa é enorme.  Todavia, a quem será que ele representa?
 
Com certeza, não é possível tomá-lo como parâmetro dos evangélicos que, se são ultraconservadores na defesa de valores sócio-culturais, não fazem disso uma bandeira para sair por aí desqualificando de forma ostensiva e ofensiva àqueles que não comungam dos mesmo ideários.
 
Aliás, pensamentos retrógrados, filosofias ultrapassadas, crenças dogmáticas e atitudes preconceituosas contra as minorias é algo que não representa exclusividade desta ou daquela religião, mas sim, são o repertório básico dos – digamos assim – “menos esclarecidos” ou de “espírito limitado”.
 
Voltamos, assim, ao núcleo de todo o problema. A população que elege os representantes para atuar em nosso parlamento – e para cargos eletivos em geral – é, sim, em sua grande maioria “menos esclarecida” ou de “espírito limitado”.
 
Assim, esta nação é conduzida por ignorantes, retrógrados, criminosos e corruptos e não há como negar a quem eles representam, ou seja, à maioria que os elegeu.
 
Conclusão: Marco Feliciano, como a maioria dos políticos investidos em cargos públicos, prestam um desserviço aos que representam e aos que não representam, porque a maioria dos brasileiros assim colaborou para fosse.
 
Aberração é manter a população na ignorância.  Só a educação pode salvar este país!
Obed de Faria Junior
Enviado por Obed de Faria Junior em 16/04/2013
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (você deve citar a autoria de Obed de Faria Jr e o site: obed.zip.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras